Aromaterapia

/Aromaterapia
Aromaterapia2020-02-11T18:14:52-02:00

AromaterapiaA aromaterapia vem desde a idade antiga e acredita-se que na idade média foi introduzida no mundo ocidental no tempo das Cruzadas.

No final dos anos de 1.800 foram realizados experimentos científicos sobre as propriedades antibacterianas das plantas e começaram a esclarecer a composição química e a força curativa dos óleos essenciais.

Na atualidade muitos estudos científicos contribuíram para ampliar os conhecimentos e aplicações dos óleos essências, como por exemplo o químico francês, René Maurice Gattefossé, que descobriu que os óleos essenciais da lavanda (alfazema) curavam rapidamente queimadura em sua mão e que muitos óleos essenciais eram melhores antissépticos que os medicamentos sintéticos.

Trata-se de tratamentos que muitas vezes auxilia os tratamentos alopáticos ou homeopáticos, focando o bem estar integral do paciente e suas necessidades, por isto cada caso é necessário uma avaliação, física e psicológica para que o terapeuta possa definir qual caminho seguir.

A aplicação na aromaterapia pode ser realizada por massagens, águas de banho, inalação, dentre outras.

Quando do tratamento por inalação ocorre a chegada dos efeitos do óleo essencial ao nosso sistema nervoso central que enviar alertas para todo o corpo atuar no problema. Por exemplo, em um processo infeccioso, ao utilizarmos a inalação de óleo de limão e tea tree, o cérebro receberá a informação para que o corpo ative as células de defesa que se deslocarão para o local da infecção para o combate.

Na aplicação sobre a pele, os óleos essenciais serão absorvidos pela derme e atuarão no local que se deseja a recuperação.

O terapeuta na aromaterapia precisa ser sensível para identificar as necessidades do paciente e na busca do melhor tratamento

Se você tiver alguma dúvida sobre aromaterapia utilize o formulário abaixo e nos escreva:

Dúvidas sobre Aromaterapia